N88: Será que o “smartwatch” de US$ 20 presta?

Tenho um tio não muito mais velho do que eu que também é fascinado por tecnologia. De fato, foi ele quem me apresentou os videogames, que me levaram a uma carreira em tecnologia. E vira e mexe, navegando pela internet, ele esbarra em algum produto que chama a atenção.

Diggro N88

Foi assim que conheci o N88. Ele estava à procura de um relógio capaz de medir batimentos cardíacos e pressão arterial e que fosse, acima de tudo, barato. Numa primeira impressão achei que era mais um daqueles produtos que são “bons demais pra ser verdade”, ainda mais considerando o preço de cerca de US$ 20, mas apesar dos meus avisos meu tio não desistiu da compra.

E confesso que, quando o relógio chegou, fiquei bem surpreso. Não é que o treco funciona bem, dentro do que se propõe a fazer? Claro, não é um Apple Watch, mas é um produto bastante honesto pelo preço. Experimentei o N88 por algumas horas, e conto aqui minhas impressões iniciais sobre o produto.

Continue reading

Como montar seu Mega Drive Mini

Quando a Sega anunciou que pretendia aproveitar a onda retrô e lançar um Mega Drive Mini em parceria com a AtGames fiquei bastante preocupado, já que a empresa não é conhecida pela qualidade ou precisão da emulação em seus produtos. Felizmente a Sega “viu a luz”, chutou a atGames e deixou o projeto a cargo da M2, uma empresa japonesa especializada na modernização e adaptação de jogos antigos para novos sistemas.

E pelo que temos visto na internet a M2 está caprichando: música de Yuzo Koshiro nos menus, uma bela seleção de jogos, uma nova versão de Tetris (um dos jogos mais raros no Mega Drive) e até um port inédito de Darius, shmup da Taito que fez muito sucesso nos arcades. Tudo indica que o Mega Drive Mini vai ser um pacote imperdível para os fãs do console.

Caixa do Mega Drive Mini: espero que seja provisória, porque é BEM feinha…

Mas você não precisa esperar o console da Sega para se divertir novamente com os jogos do Mega Drive. Com um Raspberry Pi, alguns acessórios e software gratuito você pode montar o seu próprio Mega Drive Mini, tão bonito e funcional quanto o original. Basta seguir este meu passo-a-passo.

Continue reading

Como fazer root no Quantum SKY

Tenho um Quantum Sky desde antes do lançamento (afinal, trabalhei na Quantum) e há quase 2 anos ele é meu aparelho do dia-a-dia. Gosto muito dele, mas não gosto do fato dele ter “parado no tempo” no Android 7.0, sem perspectiva de atualização.

Nesses casos, muita gente decide tomar o controle da situação e fazer root no aparelho, para modificar o sistema a seu gosto. O detalhe é que, procurando pela internet, não vi em nenhum lugar instruções para fazer root no SKY.

Continue reading

(mais de) Um mês com o Chrome OS

 

Tive meu primeiro contato com o Chrome OS, o sistema operacional da Google, em 2011 quando escrevi um artigo sobre os Chromebooks para a PC World. Aliás, creio que fui o primeiro a fazer um “hands-on” do sistema no Brasil. Na época tanto o hardware quanto o software eram protótipos (gentilmente cedidos por Felix Ximenes, na época Diretor de Comunicação da Google no Brasil), mas já mostravam potencial.

Desde então acompanhei a evolução do sistema a uma certa distância, porque aqui no Brasil não temos a mesma oferta (nem os mesmos preços) de hardware compatível que há no exterior. Mas há cerca de um ano comecei a trabalhar na Positivo Tecnologia Educacional, que tem um Chromebook (o CH1190) como um de seus produtos. Era minha chance de me familiarizar mais com a plataforma.

E mesmo com hardware bastante modesto (um processador ARM e 2 GB de RAM) o Chromebook e o Chrome OS impressionaram. Em vários momentos o portátil se mostrou mais rápido que meu PC Desktop, e ele logo se tornou meu “companheiro”, a máquina favorita para levar em reuniões, apresentações, viagens e outra qualquer situação onde eu precisasse de acesso rápido à informação e longa autonomia de bateria.

A experiência me marcou: se um Chromebook de entrada já oferece uma experiência de uso tão boa, do que o sistema seria capaz em hardware mais poderoso? Será que o Chrome OS já está maduro o suficiente para substituir o Windows, Mac OS ou Linux no dia-a-dia?

Para responder a esta pergunta, decidi passar um mês usando o Chome OS como meu sistema operacional principal. Mas em vez de comprar um Chromebook, apelei para uma solução mais econômica: fiz o meu, reaproveitando um notebook que já tinha em casa.

Continue reading

Linux Mint 19 travando ao voltar da hibernação? Atualize o kernel!

Instalei há cerca de um mês o Linux Mint 19 “Tara” em meu notebook, e desde então venho percebido um comportamento estranho: algumas vezes a máquina congela ao voltar da hibernação (quanto mais tempo hibernando, maiores as chances), em outras ela volta da hibernação mas vejo a mensagem “Read-error on swap-device” no console. Como o “swap device” é uma partição no HD, a princípio suspeitei de falha no disk, mas uma checagem do status via S.M.A.R.T. mostrou que tudo estava OK.

Pesquisando um pouco no Google, descobri que os travamentos e mensagens são causados por um bug na versão 4.15 do kernel Linux, que foi corrigido na versão 4.17. Ou seja, a solução é atualizar o kernel. A versão 4.17 ainda não está nos repositórios oficiais do Mint, então devemos adicionar um novo repositório e instalar a ferramenta ukuu (sério, é esse o nome) para fazer o serviço. Seguem os passos, baseados em um artigo que encontrei no site mintguide.org.

Em um terminal, digite os seguintes comandos:

sudo apt-add-repository -y ppa:teejee2008/ppa 
sudo apt-get update
sudo apt-get install ukuu

Agora atualize a lista de kernels disponíveis, com

ukuu --check

Você pode ver quais versões do kernel estão instaladas em seu sistema com ukuu –list-installed e remover quaisquer versões mais antigas que o kernel atualmente em uso com ukuu –purge-old-kernels. Isso é especialmente útil em sistemas que estão em uso há um bom tempo e vem sendo constantemente atualizados. Em minha máquina, por exemplo, encontrei seis versões que não uso mais.

Para instalar o kernel estável mais recente, use

ukuu --install-latest

Com isso o ukuu vai baixar e instalar o kernel mais recente (junto com os headers) e atualizar o grub. Agora é só reiniciar o micro. O kernel antigo fica disponível como uma opção no menu do grub, caso você queira voltar a ele.